30 junho 2014

O Visconde que me amava - Julia Quinn

O Visconde Que Me Amava
Título: O Visconde que me amava
Título Original: The Viscount who loved me
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de Paginas:208
Exemplar cedido pela Editora para Resenha

Sinopse:

A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.

Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.

Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.

Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O Visconde que me amava é o segundo volume das Série Os Bridgertons da autora Julia Quinn, lançado pela Editora Arqueiro, e nele voltamos mais uma vez a nos encontrar com a doce, barulhenta e formidável família Bridgetons e acompanhamos o primogênito Anthony e sua descoberta ao amor.

Eu me apaixonei por essa série desde o primeiro volume, não apenas por ser um romance histórico fofo e divertido, mas sim pelo simples fato de que a escrita da Julia me encanta pois ela consegue dar um toque leve e divertido em seus livrinhos e por ter uma família como protagonista isso casa muito bem. O livro pode ser sobre a família Bridgertons, mas o enfoque todo é voltado para a mocinha que é a Kate e sua jornada conturbada para lidar com o famoso visconde. 

Katherine Sheffield é uma jovem de 21 anos que está debutando pela primeira vez em Londres junto com sua irmã caçula Edwina. Mas assim que começam a frequentar os eventos da temporada Edwina foi considerada um diamante da temporada por sua beleza angelical, enquanto Kate era a comum, o que não ajudou em nada a encontrar um pretendente.

No entanto Kate não desanima, até porque não pretende se casar, mas vestiu a camisa para não deixar nenhum libertino colocar as guarras em sua adorável irmã e fica aterrorizada quando descobre que o Visconde libertino está cortejando sua irmanzinha e fará de tudo para que ele desista dessa ideia.

- Morda a lingua, Edwina. Você na vai ter nada com o visconde Bridgerton. Todos sabem que ele é o pior tipo de libertino. Na verdade, ele é o pior libertino de todos, ponto final. Em toda Londres. No país inteiro!
- pág. 21 -  

Anthony Bridgerton é o filho mais velho da familia e tem uma fama não muito boa que o precede por onde quer que ele vá, mesmo tendo essa fama o pacote vale a pena e as mães "casadoiras" ficam exibindo suas filhas para quem sabe fisgar o charmoso partido. Por ter um medo de morrer jovem como o seu pai ele toma uma decisão que ninguém esperava:

- Estou pensando em me casar.
Benedict Bridgerton, que estava pratcando um hábito que sua mãe detestava - inclinar a cadeira para trás -, começou a cair. Colin engasgou.
Para sorte de Colin, Benedict reequilibrou-se a tempo de bater com força em suas costas, fazendo a azeitona verde passar voando por cima da mesa. Por pouco não acertou a orelha de Anthony.
- pág. 22 -
Um bom romance sempre tem muitas confusões e desentendimentos, e é claro muitos momentos fofos e também momentos em que você quer voar em cima dos personagens e mandar que abram os benditos olhos, sim têm tudo isso e muito mais nesse livrinho maravilhoso.

Anthony e Kate não se dão bem no começo, ou poderia dizer que o santo dele não bateu com o dela e virse-versa, o que nos rende altas risadas com os diálogos e com as situações inusitadas que os dois entram, deixando o "pobre" visconde a ponto de ter um ataque de nervos.

- Ironia não lhe cai bem Srta. Sheffield.
- Nada lhe cai bem, lorde Bridgerton.
Anthony inclinou-se e projetou o queixo à frente da maneira mai ameaçadora que pode.
- As mulheres não deveriam ter bichinhos de estimação se não conseguem controlá-los.
- E os homens não deveriam levar as mulheres com bichinhos para uma volta no parque se não podem controlar nenhum deles. - retrucou ela.
Anthony sentiu as pontas das orelhas esquentando com raiva mal controlada
- A senhorita é uma ameça à sociedade.
- pág. 63 - 
O Visconde que me amava de Julia Quinn é um romance daqueles que você começa a ler e não larga mesmo chegando na última página, sim porque eu já voltei vária vezes para reler aqueles trechinhos que me marcaram e forma muitos, com muito romance, dialógos espirituosos e situações hilárias ele conquista até as mais exigentes leitoras. E não posso deixar de falar da nossa gossip girl do séc. XVII favorita, pois Lady Whistledown está de volta e mais afiada ainda, e eu já tenho algumas suspeitas sobre sua identidade, rsrs.
Não há nada como uma pitada de competição para despertar o pior num homem - ou o melhor numa mulher.
Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown,
4 de maio de 1814
-pág. 139 -
Super recomendado e se você já leu me conta o que achou. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse! Este espaço é seu!

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário de Contato

Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Dicas de Livros - 2017. Todos os direitos reservados.
Layout feito por: Rafaela Regis.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo